HOME
BRASILUSACANADAARGENTINAURUGUAYPARAGUAYVENEZUELA
Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014
Brasilia: 07:12    Roma: 12:12
> DIRETÓRIOS DE SITES
> NOTÍCIAS
> PROMOÇÕES
> CADASTRE-SE
> COMUNIDADE
HISTÓRIA DA IMIGRAÇÃO
ASSOCIAÇÕES ITALIANAS
INSTITUIÇÕES
FAMÍLIAS
GENEALOGIA
CIDADANIA
MURAL DE MENSAGENS
PESQUISA DE SOBRENOME
> ITÁLIA
REGIÕES ITALIANAS
CALCIO ITALIANO
FÓRMULA 1
SPORT
CINEMA ITALIANO
ARTES & ARTESANATO
MÚSICA
GASTRONOMIA
PIZZA
VINHOS
LÍNGUA ITALIANA
EMILIA-ROMAGNA TURISMO
VIAGGIO
VILLA & CHARME
BIBLIOTECA
SHOPPING ITÁLIA
> SERVIÇOS
OUTRA ECONOMIA
CURSOS ON LINE
DAVINCI
ITENETS
TRADUÇÕES
DICIONÁRIO
TEMPO
MAPA DO SITE
> NEGÓCIOS
CATÁLOGO DE EMPRESAS
BANCO DE CURRÍCULOS
OFERTAS DE EMPREGOS
OPORTUNIDADES
CÂMARAS ITALIANAS
FEIRAS
> ADMINISTRAÇÃO
- 11
Página Inicial de Cinema
30/07/2010 - CAOS CALMO
Todos nós já estamos exaustos de ler ou ouvir que a vida imita a arte. Lugar comum que se repete ad nauseam em qualquer situação vivida. Mas, vem cá. Os dois últimos meses nos têm reservado um repertório infindável de temas e argumentos nunca antes pensado pelos melhores roteiristas e argumentistas do cinema universal. Concordam? Agora, até podemos dizer, jocosamente, que a arte copia e cola fragmentos da vida! Como aprendemos sobre o ser humano descortinando nosso olhar para o lado de fora de nossas janelas...

Por que tudo isto? Sei lá! Me deu vontade de passear sobre o tema, sem ir a fundo. Aqui, o espaço nos reserva outras surpresas. Já que comentei a respeito dos fragmentos de vida, me lembrei de um dos melhores investigadores da alma humana (isto depois de Machado de Assis e Nelson Rodrigues): Nanni Moretti, figurinha carimbada neste espaço da blogosfera.

Baseado no romance do escritor Sandro Veronesi, Caos Calmo é um longa estrelado por Moretti, cuja história mostra o comportamento estranho do executivo italiano Pietro Paladini (ele) que tenta superar o luto causado pela morte inesperada da esposa. Um executivo bem sucedido tem um casamento aparentemente feliz. Aparentemente, pois não se explica se a mulher se matou ou caiu acidentalmente de seu apartamento. Ele é pai de Claudia (Blu Di Martino), de 10 anos. Após salvar coincidentemente uma mulher de morrer afogada na praia, Pietro descobre ao chegar em casa que sua esposa faleceu. A partir daí precisará lidar com o caos emocional da perda, ao mesmo tempo em que necessita manter-se forte para ajudar e cuidar da filha. Como se poderá observar, é um filme que retrata a delicadeza e a sensibilidade humanas, tudo muito simples e sutil.

Até parece um filme da grife Moretti (também incensado por dirigir O Quarto do Filho e vários outros), mas não é! Apesar de sua presença como protagonista e de sua coautoria no argumento..., mas não é! Há fortes indícios de seu DNA nos fotogramas... No entanto, Caos Calmo foi dirigido por Antonio Luigi Grimaldi.

Mesmo assim, percebe-se uma forte proximidade de temas. Para tentar superar o caos, na ótica do sujeito, a única maneira que ele encontra de lidar com a questão é eleger a praça frontal ao colégio onde a filha estuda como o novo centro do universo. Um elegante melodrama que tem como epicentro o viúvo que busca recomeçar a vida. Esta obra possibilita um mergulho na interpretação precisa e repleta de sinais do grande ator que habita em Moretti. Como não se embasbacar com as sequências em ele permanece sentado num banco de praça até a hora da saída. Ou quando avisa a sua secretária que não irá ao trabalho, passando horas a contemplar o movimento do lugar na maior paz! Que figura...

As relações familiares, recorrentemente visitada no cinema italiano, contribuem para nos apaixonar a aproximar de Caos Calmo. O filme conquistou três David di Donatello: Melhor Ator Coadjuvante (Alessandro Gassman) e Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original (L'Amore Trasparente). Segundo os críticos especializados, o livro de Sandro Veronesi não busca exatamente investigar a tragédia e sim suas consequências: o day after. Como conviver com a dor da perda? Como agir? Estas são apenas algumas questões. Na tela grande, o protagonista escolhe simplesmente nada fazer. Magnificamente interpretado por Moretti, o executivo Pietro decide levar sua filha à escola e simplesmente a experiência parece lhe fazer bem. A praça passa a ser seu escritório, seu mundo. Lá, a vida é mais simples. Caos Calmo é um bom título (tanto em português como em italiano), e o assunto da perda parece ser um tema fartamente explorado pelo ator.

Pietro quer colocar sua cabeça no lugar, por isso fica o tempo todo fazendo listas mentais, mas sempre de forma tranquila.

Mesmo a história apenas tangenciando a relação entre pai e filha, o filme emociona muito mais pela atuação de Moretti. Sem contar que há uma participação especialíssima do premiado e polêmico diretor Roman Polanski, que, por si só, já faz com que o filme valha a pena ser assistido.

Ficha técnica

Lançado nas telas brasileiras em 2008, esse drama com duração de 105 minutos, foi dirigido por Antonio Luigi Grimaldi*.

Elenco - Nanni Moretti (Pietro Paladini), Valeria Golino (Marta), Alessandro Gassman (Carlo), Isabella Ferrari (Eleonora Simoncini), Silvio Orlando (Samuele), Blu Di Martino (Claudia), Hippolyte Girardot (Jean Claude), Roberto Nobile (Taramanni), Alba Rohrwacher (Annalisa), Manuela Morabito (Maria Grazia), Kasia Smutniak (Jolanda), Beatrice Bruschi (Benedetta), Sara D'Amico (Francesca), Babak Karimi (Mario), Tatiana Lepore (Mamma di Matteo).

Trilha Sonora - L'amore trasparente, escrita e interpretada por Ivano Fossati; Cigarettes e Chocolate Milk, escrita e interpretada por Rufus Wainwright.

* Conhecendo Grimaldi

Ainda pouco conhecido no panorama internacional, o diretor Antonio Luigi Grimaldi, conhecido como Antonello Grimaldi, nasceu na Sardenha, Itália. Depois de se formar em Direito, em 1981, foi para Roma estudar na Escola de Cinema Gaumont, fundada pelo compositor Renzo Rossellini. Mais tarde, lecionou História da Música na Academia de Belas Artes, em Sassari, e direção cinematográfica na Escola de Ouro, Turim.

Carreira no cinema - Grimaldi estreia como diretor em 1985, com Juke Box. Dois anos depois, tornou-se diretor assistente de Giuseppe Piccioni no longa Il Grande Blek, estrelado por Sergio Rubini e Francesca Neri.

Como ator, em 1997 deu as caras em Nirvana, dirigido por Gabriele Salvatores. Em seguida, atuou em dois filmes dirigidos por Gabriele Muccino: Ecco Fatto (1998) e Come te nessuno mai (1999), onde desempenhou o papel de chefe de polícia. Também em 1999, Grimaldi apareceu em Guardami, biografia da estrela pornô italiana Moana Pozzi, com Elisabetta Cavallotti e dirigida por Davide Ferrario. O filme italiano Guardami ("Me preste atenção") é baseado na vida dessa polêmica personagem da vida recente italiana.

Em 2000, Grimaldi dirigiu Un Delitto impossibile (Um Crime Impossível), estrelado por Lino Capolicchio, Carlo Cecchi, Ivano Marescotti, Ángela Molina e Silvio Muccino. A partir de 2001, passa a colaborar com TVs, em um telefilme (Gli insoliti ignoti, 2003), na série de televisão Le Stagioni del cuore (2004), e na minissérie moglie cinese La (2006), bem como em 33 episódios do drama policial Distretto di Polizia (2001-2007).

Grimaldi retornou ao cinema em 2006, com sua aparição em Il Caimano, dirigido por Nanni Moretti. Em 2008, os papéis são invertidos, dirigindo Moretti, Valeria Golino e Alessandro Gassman em Caos Calmo; e também convidado, estrelou no sitcom Boris. Já em 2009, dirigiu o filme Devido Mamme di troppo, com Angela Finocchiaro e Barbara Matera.

Isto posto, afinal, sua vida teria espaço na telona? Seus dramas e comédias preenchem uma história? Gostaria muito de saber. Para aquecer este espaço, contamos com você!
Comentar esta mensagem
Ver comentários (11)
06/05/2010 - LA RAGAZZA CON LA VALIGIA
10/03/2010 - SATYRICON
14/01/2010 - ANCHE LIBERO VA BENE (Estamos Bem Mesmo ...
20/11/2009 - OS ATORES ITALIANOS VII - MARCELLO MASTR...
06/10/2009 - OS ATORES ITALIANOS VI - NANNI MORETTI
07/08/2009 - OS ATORES ITALIANOS V - GIAN MARIA VOLON...
05/06/2009 - OS ATORES ITALIANOS IV - RODOLFO VALENTI...
15/05/2009 - OS ATORES ITALIANOS III- FRANCO NERO & U...
24/04/2009 - OS ATORES ITALIANOS II- VITTORIO GASSMAN...
17/04/2009 - OS ATORES ITALIANOS I - ROSSANO BRAZZI &...
Página 1 de 5
 
Ajude-nos a contar a história do cinema italiano enviando textos, indicando sites, ou fazendo a sua crítica sobre algum filme, diretor ou ator.
 
Página Inicial de Cinema
Página Inicial de Cinema