HOME
BRASILUSACANADAARGENTINAURUGUAYPARAGUAYVENEZUELA
Quarta-feira, 22 de Março de 2017
Brasilia: 21:29    Roma: 02:29
> DIRETÓRIOS DE SITES
> NOTÍCIAS
> PROMOÇÕES
> CADASTRE-SE
> COMUNIDADE
HISTÓRIA DA IMIGRAÇÃO
ASSOCIAÇÕES ITALIANAS
INSTITUIÇÕES
FAMÍLIAS
GENEALOGIA
CIDADANIA
MURAL DE MENSAGENS
PESQUISA DE SOBRENOME
> ITÁLIA
REGIÕES ITALIANAS
CALCIO ITALIANO
FÓRMULA 1
SPORT
CINEMA ITALIANO
ARTES & ARTESANATO
MÚSICA
GASTRONOMIA
PIZZA
VINHOS
LÍNGUA ITALIANA
EMILIA-ROMAGNA TURISMO
VIAGGIO
VILLA & CHARME
BIBLIOTECA
SHOPPING ITÁLIA
> SERVIÇOS
OUTRA ECONOMIA
CURSOS ON LINE
DAVINCI
ITENETS
TRADUÇÕES
DICIONÁRIO
TEMPO
MAPA DO SITE
> NEGÓCIOS
CATÁLOGO DE EMPRESAS
BANCO DE CURRÍCULOS
OFERTAS DE EMPREGOS
OPORTUNIDADES
CÂMARAS ITALIANAS
FEIRAS
> ADMINISTRAÇÃO
- 49
Página Inicial do Calcio

COPPA DEI CAMPIONI

MORATA LEVA A JUVE PARA BERLIM

.
14/05/2015 — A Juventus está na final da Champions League, após o empate em Madri nesta quarta-feira (13). A equipe italiana venceu os espanhóis no agregado por 3x2, e agora enfrentará outros espanhóis, o Barcelona, em Berlim. A partida acontecerá dia 6 de Junho.

Nesta quarta-feira, a Juve foi a Madri com a vantagem de 2x1 da partida de Turim, mas mesmo assim não abdicou de atacar. A equipe armada por Allegri foi a mesma da partida de ida, apenas com a volta de Pogba, retornando de lesão, no lugar de Sturari. O Real, precisando do resultado, resolveu pressionar para marcar logo no início, e teve algumas chances antes de James Rodríguez ser derrubado na área por Chiellini. Aos 23 minutos, Cristiano Ronaldo cobrou com categoria e marcou. Com o gol, a vantagem passou a ser madridista, pelo critério de gols fora de casa. A Juve se desestruturou um pouco, e não conseguiu correr atrás do prejuízo até a segunda etapa. A conversa no vestiário parece ter animado os italianos que voltaram com disposição. E logo aos 13 minutos, Morata, ex-Real, pegou a sobra de bate-rebate na área e fuzilou, estufando as redes. Silêncio no Santiago Bernabeu. O gol deu mais força para a Juve, que passou a aproveitar os espaços dados pelos merengues. Marchisio desperdiçou chance cara a cara com Casillas. Allegri decidiu mudar a tática, e colocou Barzagli no lugar de Pirlo, passando a atuar com 5 na defesa. O Real começou a pressão, com bolas alçadas na área e toques rondando a meta. Perigo real não houve. A Juve se defendeu muito bem, como manda a tradição italiana. No fim ainda tiveram algumas chances em contra-ataques, mas não foram aproveitados.

Juve na final é a Itália em Berlim. FORZA JUVE!
 
Comente as notícias do futebol italiano ou solicite informações.
 
Página Inicial do Calcio